Mídias sociais e a sustentabilidade

redes sociais e a sustentabilidade

Mídias sociais e sustentabilidade são grandes destaque da cultura da geração Y. Será que dá pra juntar os dois temas? No post de hoje apresento algumas iniciativas verdes em social media:

Aplicativos

Re-Bounty: Esse aplicativo americano tem um conceito muito interessante e completamente alinhado ao estilo de vida e comportamento do usuário nos EUA. O slogan dele diz: “One person’s trash is another’s treasure”. Por lá, são comuns as liquidações feitas no jardim, onde a família expõe aquilo que não quer mais e vende por preços ínfimos. Um dos mantras da sustentabilidade é a reutilização de bens de consumo e esse aplicativo descolado dá show no quesito.

eco:Drive: A multiplataforma da Fiat tem o objetivo de ajudar o motorista a mudar seu estilo de direção para diminuir o impacto ambiental. O usuário deve conectar um pendrive no seu Fiat (Sistema Blue&Me) para registrar e analisar seu modo de direção. Quem reprovar, pode assistir aos vídeos com dicas de direção sustentável.

GoodGuide: Esse exemplo não fala somente sobre aplicativos sustentáveis, fala sobre a influência de novas mídias interativas na decisão de compra do consumidor. O GoodGuide é um guia com 70.000 ítens, que informa sobre o desempenho de produtos e empresas nos quesitos meio ambiente e responsabilidade social. Sua missão é ajudar o consumidor a tomar decisões de compra que reflitam suas preferências e valores.

Manual de Etiqueta Sustentável: Graficamente agradável, este aplicativo é dividido em áreas (reciclagem, energia, água, consumo e cidadania). O manual traz dicas de etiqueta verde, com melhores hábitos e boas práticas para deixar o mundo melhor. A iniciativa tem apoio de grandes empresas privadas como Bunge, Camargo Correa e Abril.

Project Noah: Esse projeto é baseado no poder das multidões, focado em catalogar e identificar novas espécies de organismos. O conceito é o seguinte: nos moldes tradicionais pesquisadores vão à campo e dedicam muito tempo na catalogação de novas espécies. Com a ajuda desse aplicativo, qualquer pessoa com um smartphone pode contribuir e qualquer pesquisador com uma missão pode criar um projeto para pedir contribuição. Basta enviar a foto com detalhes solicitados e ver a colaboração agir!

Crowdsourcing

O conceito de crowdsourcing já é por si só sustentável e dá para notar que muitos dos aplicativos acima usam a inteligência coletiva como base. Aqui nesse post estão três exemplos de plataformas de colaboração que ajudam pessoas ao redor do mundo. A ideia é que todo o tempo e energia que são gastos quando poucas pessoas estão tentando encontrar uma solução para um problema possam ser economizados, já que a solução acontece mais facilmente, através da participação de uma “multidão”. Mas, não é fácil reunir pessoas em torno de um objetivo em comum, por isso, a web é um dos sustentáculos do crowdsourcing, uma rede que interliga pessoas ao redor do mundo, em tempo real.

O Rio+Social, evento paralelo ao Rio+20, é um projeto de colaboração que discutiu o poder das redes sociais na construção de um mundo melhor. Além de um discurso feito à muitas mãos, houve transmissão de tudo que aconteceu no evento através do Twitter, usando hashtags.

Blogs

Todo blog levanta uma bandeira, por conceito, um blog é um espaço para quem busca dar opinião. Quando o assunto é sustentabilidade, não faltam exemplos interessantes de blogs sérios e dispostos a fazer a diferença. Para exemplificar, nada melhor do que cases opostos em estilo, mas similares em causa:

estiloseed e ecowish: Os blogs não defendem a causa verde de modo radical, no modelo WWF ou Greenpeace. A escolha por consumir aquilo que agride menos o meio ambiente é natural, sem afetações. Focado em mulheres ligadas em moda, entregam de uma maneira super singela o conceito de bem estar holístico tão em voga nos dias de hoje.

Mercados do Futuro: vencedor de prêmio de jornalismo 2.0 pelo Sebrae, esse blog vertical é uma cooperação de iniciativas empresariais, que visam apresentar cenários e tendências que orientem a tomada de decisão, através do mapeamento de mercado e compartilhamento de conteúdos para um mundo melhor.

Você conhece alguma iniciativa que una mídias sociais e sustentabilidade? Conta pra gente! :)

Camila Renaux

Camila Renaux

Consultora de Marketing Digital em Blumenau (SC), especialista em Marketing e em Gestão de Negócios Interativos. Novas mídias, inovação e plataformas interativas fazem parte da sua rotina, assim como o planejamento e a elaboração de estratégias digitais - e suas métricas.

Deixe uma resposta